A Associação NONAGON – Parque de Ciência e Tecnologia de S. Miguel impulsiona a transformação digital, o estímulo da inovação e a digitalização da economia através da coordenação do Azores Digital Innovation Hub.

Missão

A missão do Azores Digital Innovation Hub é fomentar a transformação digital dos agentes económicos na Região Autónoma dos Açores e estimular o respetivo ecossistema de inovação.

O Azores DIH ambiciona, por intermédio de práticas inovadoras, constituir-se um centro de competências para a Inteligência Artificial, a Cibersegurança, a Computação de Alta Performance e para o desenvolvimento de Competências Digitais.

Objetivos

Fomentar a adoção e difusão de tecnologias avançadas, estimulando a inovação empresarial e as boas práticas de inovação, nas áreas tidas como prioritárias para os Açores

Estimular o desenvolvimento do ecossistema de inovação

Robustecer ligações entre centros de investigação, centros tecnológicos, associações empresariais, incubadoras, parques de ciência e tecnologia, empresas fornecedoras de tecnologia, empresas industriais, empresas fornecedoras de bens e serviços, instituições de ensino superior e profissional e entidades governamentais

O Azores DIH desenvolve as suas atividades com especial foco nos principais setores económicos da Região, designadamente nas áreas consideradas prioritárias na Estratégia de Investigação e Inovação para a Especialização Inteligente (RIS 3) dos Açores.

Tecnologia

O Azores DIH colocará em contacto fornecedores de tecnologias digitais como o Cloud Computing, HPC (High Performance Computing), Inteligência Artificial e a Internet do Futuro, com empreendedores, PME’s e outros agentes do ecossistema de inovação dos Açores, os quais, através destas tecnologias, fortalecerão a sua competitividade e posição no mercado, potenciando a expansão e até o desenvolvimento de novas áreas de negócio, em prol da digitalização da economia dos Açores e de uma melhor cultura de inovação na Região.

Os objetivos e missão, bem como todas as atividades promovidas pelo Azores DIH, desenvolvem-se em alinhamento com as políticas públicas implementadas nos Açores, nos domínios da Digitalização e da Inovação.

Serviços

O Azores DIH pelo facto de ser constituído por uma multiplicidade de parceiros e por integrar a rede de DIH’s europeus, é um fator de estímulo a relações multilaterais entre entidades de diversa natureza e entre várias regiões e países europeus, constituindo-se assim como um importante entreposto de acesso a mercados, organismos e infraestruturas, de reconhecido interesse e preponderância no meio empresarial.

O Azores DIH reúne um conjunto de valências, distribuídas pelas seguintes áreas de atuação:

  • Oferecer serviços de suporte à digitalização das PMEs;
  • Disponibilizar serviços de networking, training e coaching;
  • Providenciar formação prática, consultoria e espaços de incubação, a todo o ecossistema de inovação dos Açores, particularmente às PMEs e startups;
  • Disponibilizar ferramentas de customização de soluções de software e de hardware;
  • Criar e apoiar condições para o desenvolvimento, validação, demonstração e teste, em ambiente real, de protótipos;
  • Promover a interação e relacionamento com empresas locais, instituições académicas e de investigação, bem como entidades públicas;
  • Promover a interação e relacionamento com a rede europeia de DIHs para intercâmbio de conhecimento;
  • Facilitar a internacionalização das PME’s, bem como a divulgação das mesmas, promovendo reuniões entre as PME’s e os potenciais clientes, apoiando na criação de acordos e na geração de resultados, particularmente das relacionadas com a área do turismo;
  • Disponibilizar serviços de consultoria especializada em gestão da Inovação e de novas tecnologias, bem como de mecanismos de avaliação do nível de digitalização das empresas, particularmente as relacionadas com a área do turismo;
  • Facilitar o acesso a ferramentas de investigação colaborativa em projetos nacionais e internacionais;
  • Facultar o acesso a infraestruturas e instalações de teste e de experimentação;
  • Promover ações de divulgação e sensibilização e sessões de demonstração alusivas às temáticas da digitalização e da inovação;
  • Apoiar o desenvolvimento de novos produtos, serviços, cadeias de valor e modelos de negócio, através de programas de pré-aceleração e aceleração, programas de incubação e mediante o acesso a parcerias e a programas de financiamento;
  • Providenciar formação avançada em áreas específicas como a digitalização, a inovação e a tecnologia, particularmente as relacionadas com a área do turismo;
  • Desenvolver e publicar estudos setoriais e tecnológicos, geradores de conhecimento, com relevante impacto económico.

Parceiros

O Azores DIH resulta de uma cooperação entre vários atores do ecossistema de inovação e tem fortes ligações a prestadores de serviços externos por forma a apoiar empresas locais, regionais e até nacionais que pretendam acesso aos serviços prestados.

De uma forma genérica, o Azores DIH irá manter, alimentar e cultivar uma relação estreita entre diversos parceiros, escolhidos por serem atores relevantes do SCT nacional, tais como:

  • Instituições de I&D+i;
  • Centros de Competência e Laboratórios;
  • Agentes atuantes no sector das tecnologias;
  • Universidades;
  • Associações Empresariais;
  • Clusters;
  • Parques de Ciência e Tecnologia;
  • Aceleradoras e Incubadoras;
  • Agências de Inovação;
  • Entidades Formadoras, particularmente as direcionadas para o ensino profissional e vocacional;
  • Organismos governamentais e entidades públicas.

O Azores DIH conta assim com o apoio e colaboração dos diferentes atores chave do ecossistema de inovação regional e nacional, realidade que confere um maior impacto às atividades que o DIH venha a desenvolver.